Ócio

From humanipedia
Jump to: navigation, search

(Do lat. Otium: descanso, inação). Diversão ou ocupação repousada, especialmente em atividades criativas, que formam e desenvolvem a personalidade humana. Trata-se do tempo livre da atividade de produzir bens indispensáveis para a subsistência. No ócio não se inclui o tempo utilizado para o trabalho, transporte, asseio pessoal, lides domésticas e sono. O ócio abarca o tempo que se utiliza para satisfazer diferentes interesses pessoais, tais como a diversão, o desporto, o jogo, a arte, a comunicação social, a leitura, o turismo, o artesanato e outros hobbies.

Distingue-se o ócio ativo, quando alguém realiza uma atividade criativa, desenvolvendo de um modo multifacético as suas capacidades; do ócio passivo, vinculado ao consumo de bens culturais criados por outros. Mas esta última forma também contribui para a formação da personalidade e sua socialização. Não obstante, com o surgimento da indústria do ócio e a assim chamada “cultura de massas”, substituem-se valores culturais por diferentes sub-rogantes que desumanizam a vida, deformam a personalidade e diminuem o nível cultural da sociedade.

O Novo Humanismo considera que é necessário aumentar o volume do ócio, enchendo o tempo livre com atividades criativas, com a elevação do nível cultural. O problema da humanização do ócio e da elevação do seu conteúdo é uma das tarefas primordiais das atuais gerações.