Ditadura

From humanipedia
Jump to: navigation, search

(do lat. Dictaturam: poder temporário do ditador, nomeado pelo Senado de Roma.). Poder absoluto, regime político que é produto da violência armada e que pratica o terror, a arbitrariedade, a violência direta, como método principal da gestão administrativa estatal; é o poder que se baseia na violência direta e não está limitado pela lei.

Este modelo político que surgiu na Grécia e Roma antigas, foi reproduzido na Idade Media e nos tempos modernos até agora. A U.R.S.S. e outros estados chamados socialistas proclamaram-se oficialmente “ditaduras do proletariado”, mesmo quando se tratava de regimes oligárquicos ditatoriais da chefia do Partido Comunista, que tinha em suas mãos um poder absoluto.

Em vários países da Ásia, África e América Latina se instauraram ditaduras militares que utilizaram o anticomunismo como pretexto para implantar regimes oligárquicos, reprimir o movimento social e destruir por meio do terror as organizações democráticas. A maioria destas ditaduras foi eliminada pelo auge democrático posterior.

O Novo Humanismo condena, desde o ponto de vista ético, jurídico e político, qualquer forma de ditadura, por atentar contra a dignidade e a segurança humanas; por violar os direitos humanos; por seu culto à violência e sua prática terrorista; por colocar interesses grupais, muitas vezes corporativos, por cima do ser humano como tal.