Efeito-demonstração

From humanipedia
Jump to: navigation, search

Usa-se no Novo Humanismo para assinalar um acontecimento social capaz de atuar exemplarmente em pontos contíguos, ou mesmo muito afastados. Neste último caso, as comunicações cada dia mais velozes e numerosas contribuem para estreitar distâncias, pelo que o efeito-demonstração tende a ser mais frequente. Por outra parte, a similitude de situações estruturais num sistema que se mundializa, faz com que o efeito demonstração se “importe” e “exporte” com maior facilidade. A importância deste fenómeno radica em que mostra a possibilidade de incorporação de um acontecimento em âmbitos mais amplos que aqueles nos quais teve a sua origem. Este é um caso de influencia “débil”, que segue um percurso inverso ao das correntes “fortes” que se impõem às culturas ou aos meios sociais cada vez mais dependentes. O fenómeno das influências recíprocas entre meios distantes é hoje observável em diferentes atividades. Deve-se ter em conta que nenhuma formação social ou cultural permanece passiva, mas sim atua com o efeito-demonstração de pequena a grande escala e que este modifica-se ao cair dentro de um novo âmbito. A série de efeitos demonstrativos que pode gerar a diversidade cultural enriquece, sem dúvida, o atual processo de mundialização.