Internacionalismo

De humanipedia
Ir para: navegação, pesquisa

O internacionalismo e as doutrinas internacionalistas admitem diferenças importantes entre elas, tratando-se, às vezes, de posições de luta irreconciliáveis; tal o caso da conceção do imperialismo internacionalista (globalização) e da conceção do Novo Humanismo Internacionalista (mundialização).

Desde a antiguidade os impérios têm sacrificado as realidades locais e regionais em prol do internacionalismo. No Ocidente, o Sacro Império Romano Germânico, opunha aos restos do feudalismo uma conceção mais ampla, que pode ser assinalada como de signo “internacionalista”. Posteriormente, e sobretudo a partir das revoluções americana e francesa, tomou corpo a ideia do Estado nacional, baseado num território definido, uma língua e certa homogeneidade cultural, avassalando, por sua vez, as realidades das suas regiões internas e suas localidades. Mais adiante, numerosas correntes socialistas fundamentaram o seu internacionalismo na cooperação do proletariado, independente de sua localização nacional.

O Novo Humanismo é internacionalista com a condição de que se respeite a diversidade de culturas e regiões. Apoia o seu internacionalismo precisamente na “convergência da diversidade, para uma nação humana universal”. O Novo Humanismo propicia a criação de federações regionais e de uma confederação mundial, baseada num sistema de democracia real.

O internacionalismo é uma postura oposta à do nacionalismo. Destaca uma realidade determinante maior que a do Estado nacional, realidade na qual as sociedades acabam experimentando e compreendendo a existência de um sistema global opressivo que deve ser modificado. Na medida em que o internacionalismo imperialista avança e demole o Estado nacional, vai crescendo a desigualdade, a discriminação e a exploração, mas, também na concentração de poder imperialista, verifica-se o crescimento da desordem que levará ao caos geral. Os internacionalistas, nesta emergência, identificam os seus interesses com os de toda a humanidade, que sofre os efeitos do mesmo sistema globalizado.