Mundialização

From humanipedia
Jump to: navigation, search

Diferencia-se radicalmente do conceito de globalização. Este último corresponde à corrente homogeneizadora que o imperialismo, os grupos financeiros e a banca internacional impulsionam. A globalização se estende à custa da diversidade e autonomia dos estados nacionais, da identidade das culturas e subculturas. Os mentores da globalização pretendem montar um sistema mundial (*Nova Ordem), baseado na economia “aberta” de mercado. O Novo Humanismo advoga pela mundialização, processo ao qual tendem a convergir as diferentes culturas, sem perder por isso o seu estilo de vida e a sua identidade. O processo de mundialização tende a passar pelas federações nacionais e as regionalizações federativas, aproximando-se finalmente de um modelo de confederação mundial, multiétnica, multicultural e multiconfessional, ou seja: de uma nação humana universal.