Burocracia

From humanipedia
Revision as of 17:01, 2 April 2016 by Natacha Mota (Talk | contribs)

(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to: navigation, search

(do fr. Bureaucratie). Camada particular de funcionários profissionais que servem o Estado e, como conseqüência, participante direta da administração da sociedade. Em principio, o Estado não pode funcionar sem tal aparelho. A corporação dos funcionários – administradores em geral não se ocupa de organizar a prosperidade social, mas de defender os interesses dos grupos dominantes e, em primeiro lugar, os próprios, mas parecendo preocupada com os interesses sociais de todos os cidadãos.

A burocracia opõe-se à democracia real, substitui-a pelo poder dos empregados do aparelho de governo (ministérios, secretarias, comissões) e dos funcionários (prefeitos, administradores). O poder atual não pode existir sem burocracia, já que ela possui a informação, a experiência de administração e os instrumentos legais. O funcionário identifica a sociedade civil com o Estado, ou com a corporação, na qual ele trabalha.

O perigo principal que representa a burocracia consiste no monopólio dos funcionários sobre a ideologia, os meios de comunicação, a cultura e a tecnologia, devido à sua aspiração a manipular a sociedade em prol dos interesses dos grupos, partidos, ou setores dominantes.

A burocracia tem uma estrutura hierárquica e com exceção dos altos funcionários, pertence à classe média. A administração é uma muito importante função da política e por isso a burocracia política em todas as partes joga um papel principal e muitas vezes impõe a sua vontade aos governos.

A burocracia contribui para a alienação do Estado em relação à sociedade civil, ao se interpor entre eles. A burocracia é interprete particular das funções do poder. Em principio, ela está livre de qualquer orientação moral; põe por cima de tudo o Estado, o ministério, a corporação, submetendo a sociedade ao poder formal e à sua vontade profissional. Em alguns casos, os funcionários administrativos públicos jogam o papel de nova classe política, que realmente participa na administração do Estado, a propriedade, a produção e as relações sociais.

O principal instrumento da luta contra a burocracia é o desenvolvimento da democracia direta, o controlo do povo sobre o poder, a participação dos cidadãos em todas as esferas e em todos os níveis de administração e o desenvolvimento da “glasnost” (transparência e comunicação publica pelos meios de difusão das atividades dos funcionários).