From humanipedia
Jump to navigation Jump to search

(do lat. Fides: fé). Crença não baseada em argumentos racionais. Assentimento que se dá às palavras pela autoridade de quem as diz, ou pela fama pública; segurança, afirmação de que uma coisa é certa. É uma característica da consciência individual e social.

Também se considera fé ao estado psicológico do sujeito e que se expressa em ideias e imagens e que serve de estímulo e orientação na atividade prática.

Distinguem-se diferentes teorias sobre a fé: emocionais (que a interpretam como uma emoção); sensuais – intelectuais (fé como um fenómeno do intelecto) e voluntariosas (fé como atributo da vontade). Uma esfera especial da fé é a religiosa.

O Novo Humanismo distingue entre a fé fanática (que se expressa destrutivamente); a ingénua (que faz perigar alguns interesses vitais); e a que serve à abertura do futuro a aos objetivos construtivos da vida.