Espaço

From humanipedia
Revision as of 17:22, 13 February 2018 by Natacha Mota (talk | contribs) (Criou a página com "(Do lat. spatium). Continente de todos os objetos sensíveis que coexistem; parte desse continente que ocupa cada objeto; capacidade de um terreno, sitio, ou lugar. É um d...")
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to navigation Jump to search

(Do lat. spatium). Continente de todos os objetos sensíveis que coexistem; parte desse continente que ocupa cada objeto; capacidade de um terreno, sitio, ou lugar.

É um dos conceitos mais gerais que caracterizam o universo. O seu conteúdo varia em diferentes culturas e enriquece-se com o progresso cientifico-técnico. Distintas escolas filosóficas dão interpretações diferentes e até contrárias.

No campo sócio-cultural e político, a "absolutização" do espaço tem contribuído para sua sobre estimação na estratégia militar e na geografia política moderna, sobretudo depois da fundação da pretensa ciência conhecida como “Geopolítica”. A sua utilização pelos ideólogos do fascismo, racismo e etnocentrismo, contribuiu para a justificação de atos de agressão e colonização de países frágeis, para a prática do genocídio e para a utilização do desenraizamento, translação e rotação massiva das povoações submetidas. Esta "absolutização" do espaço está na base da doutrina agressiva da segurança nacional e do expansionismo dos impérios modernos, disfarçada com a falsa conceção do “espaço vital”.

Na realidade, o progresso cientifico-técnico e o sistema de medidas demográficas permitem, como o demonstra o exemplo do Japão da pós guerra, assegurar o desenvolvimento sem aumentar o seu território. Estas possibilidades aumentam com o crescimento da integração regional e internacional.